A carrergar...
Beira Baixa Digital

Designação do projeto | BBDigital - Beira Baixa Região Digital

Código do projeto | CENTRO-08-0550-FEDER-000033

Os principais objetivos desta operação são os seguintes:

  • Modernização e aproximação do nível de serviço entre os Municípios associados;
  • Uniformização intermunicipal;
  • Reforço e capacitação dos recursos;
  • Maximização do uso das tecnologias.

Região de intervenção | Área territorial da Beira Baixa – Municípios de Castelo Branco, Idanha-a-Nova, Oleiros, Penamacor, Proença-a-Nova e Vila Velha de Ródão.

Entidade beneficiária líder | Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa

Entidades beneficiárias parceiras | Município de Castelo Branco, Município de Idanha-a-Nova, Município de Oleiros, Município de Penamacor, Município de Proença-a-Nova e Município de Vila Velha de Ródão

Data de aprovação | 17-09-2021

Data de início | 01-07-2020

Data de conclusão | 30-06-2023

Custo total elegível | 1 764 705,88€

Apoio financeiro da União Europeia (FEDER) | 1 500 000,00 €

Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos:

Esta candidatura pretende promover o desenvolvimento de uma administração em rede, bem como a cooperação e articulação entre serviços, dados os objetivos estratégicos de MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA da CIMBB. A presente operação está alinhada com os normativos nacionais de qualificação do serviço público e de uma administração pública eficiente e de qualidade, visando a redução de custos públicos de contexto e promovendo o uso intensivo das tecnologias de informação e comunicação. Na conceção da operação, relevou a preocupação de se inscrever na mesma, uma lógica de intervenção concertada e integrada com outros instrumentos e intervenções na região, sendo crucial a definição de um modelo de governação intermunicipal no âmbito da Modernização Administrativa. A este facto, não é alheia a função congregadora da CIMBB e o seu papel efetivo no planeamento e gestão da estratégia de desenvolvimento para a região, como garantia da complementaridade e articulação de atuações. Neste contexto, foram definidas cinco componentes de intervenção: - MODELO INTERMUNICIPAL - Desmaterialização e prestação digital de serviços - ATENDIMENTO MULTICANAL - Serviços locais digitais e sistemas de atendimento intermediados - REENGENHARIA E DESMATERIALIZAÇÃO DE PROCESSOS - CONFIANÇA NO AMBIENTE DIGITAL E GOVERNAÇÃO TIC - GESTÃO E PROMOÇÃO DO PROJETO. Pretende-se que a presente operação produza impacto ao nível da eficiência da atividade administrativa dos 7 beneficiários (Municípios e CIMBB), pois será preconizado um novo paradigma de harmonização das práticas administrativas numa lógica intermunicipal, permitindo uma diversificação dessas mesmas práticas. Com esta nova abordagem, nas áreas de intervenção identificadas, os beneficiários da operação irão alcançar ganhos de eficiência, eficácia e celeridade muito relevantes. A operação foca-se, igualmente, na disponibilização de novas ferramentas internas e externas de suporte à interação com os munícipes/ cidadãos ou empresas, através da disponibilização de plataformas web (serviços online) e sites mais interativos. Toda esta intervenção não poderá ser executada com o sucesso desejado, se a mesma não for acompanhada de um processo de reengenharia e desmaterialização, não só com o objetivo de adequar e integrar as soluções que se pretendem adquirir, mas também com o objetivo de redesenhar os processos de negócio de forma a melhor potenciar as aplicações.

Modernização Administrativa | Serviços Online